Terapia da Fala

Qual o papel do Terapeuta da Fala na Amamentação?

Para fechar a Semana Mundial do Aleitamento Materno, trago-vos um tema que de certo ainda vos é muito desconhecido. A função do Terapeuta da Fala (TF) na Amamentação! Sabia desta nossa área de atuação? Faz ideia do que se trata?

Vamos por partes…

A intervenção do Terapeuta da Fala não se restringe apenas às crianças com dificuldades para falar! Aliás, ao contrário do que se pensa, o nosso campo de atuação é muito vasto e vai desde o nascimento de um bebé até à idade sénior!

Sendo assim, o que fazem junto dos recém-nascidos?

O Terapeuta da Fala vai intervir sempre que existam alterações na função da sucção e deglutição tanto em bebés prematuros como em bebés de termo, sendo que os bebés prematuros que são/foram alimentados por sonda nasogástrica apresentam um maior risco de disfunções orais pela experiência sensório-motora-oral ser reduzida.

Na equipa de neonatologia o TF irá ter um papel essencial em recém-nascidos que apresentem:

  • Incoordenação sucção/deglutição/respiração;
  • Dificuldades na pega da mama/tetina;
  • Tosse/engasgamento durante ou depois da deglutição;
  • Sonda nasogástrica para alimentação;
  • Ausência ou diminuição de reflexos intra e extra-orais;

Todos os parâmetros serão avaliados para que se possa adequar e maximizar a eficácia da amamentação e restabelecer as funções orais no sentido de prevenir dificuldades e alterações no futuro! Sabia que a amamentação traz inúmeros benefícios não só ao nível do bem-estar, sistema imunitário, sistema gastro-intestinal como também ao nível de todo o desenvolvimento orofacial?

Alguns exemplos destes benefícios são:

  • Promoção de uma correcta respiração (nasal);
  • Fortalecimento da musculatura dos lábios, língua…;
  • Correto desenvolvimento dos maxilares;
  • Promove um crescimento em harmonia de toda a estrutura orofacial auxiliando no futuro numa correta articulação dos sons da fala;
  • Irá auxiliar no futuro ao desenvolvimento de uma boa mastigação;

Após estas informações, ficou mais esclarecido/a acerca da importância de uma boa amamentação (tanto para a mãe como para o bebé)? Sempre que sentir dúvidas, desconfortos ou sinta que algo não está a correr da forma que seria expectável não hesite em pedir ajuda! Não está sozinha. A amamentação pode não ser um processo fácil e é muito desgastante quer física quer emocionalmente.

E muito importante! Não dê ouvidos a histórias menos boas da vizinha do lado, quando lhe dizem que o seu leite é fraco, que a criança já come e não precisa mais do seu leitinho… Apenas ignore. Para o seu bem e para o bem do seu bebé!

Partilhar

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.