Nutrição

Nutrição na Gravidez

A gravidez é um período da vida da mulher onde ocorrem muitas alterações quer físicas como comportamentais pelo que é importante sabermos como lidar com elas. A alimentação é um dos temas específicos que devem ser tratados individualmente mas existem algumas recomendações gerais. No meu ponto de vista temos 3 pontos importantes: o terrível ou não aumento de peso, alimentação e escolhas saudáveis e higiene e segurança alimentar.

Primeiro de falarmos do aumento ponderal propriamente dito é importante prepararmos o nosso corpo antes da gravidez. Aconselho que todas as futuras grávidas, de modo a terem uma gravidez saudável, consultem um nutricionista para que o “fator” peso não seja prejudicial durante este período. O Índice de Massa Corporal, IMC, previamente à gravidez é que de certa forma vai determinar o vosso ganho ponderal durante a gestação. Um aumento de peso excessivo, fora dos limites propostos pela Direção Geral da Saúde, pode acarretar complicações no parto e no pós-parto quer para a mãe quer para o bebé.

No caso de gémeos o aumento de peso ideal será entre 15,9 e 20,4kg (0,7kg/semana).

De uma certa forma, a grávida tem necessidades nutricionais aumentadas, sendo que este aumento depende do trimestre em que se encontra. Mas uma coisa é certa, “comer por dois” não!
O reforço no consumo calórico deverá ser apenas no 2º e 3º trimestre da gravidez, é recomendado cerca de 340 e 450kcal adicionais, respetivamente.

Durante a gestação há necessidades acrescidas de todos os macro e micronutrientes, e é importante aumentar o consumo de proteína (essencial para a formação da placenta, crescimento dos tecidos uterinos e desenvolvimento do bebé), de hidratos de carbono (que é a principal fonte de energia) e também de gordura ómega-3 (essencialmente presente em peixes gordos).
É importante não nos esquecermos da suplementação de ácido fólico e iodo (a iniciar na fase de pré-conceção) e também de ferro. Todos os suplementos aconselhados a grávidas já têm estes componentes nas doses adequadas.
Atenção à hidratação, essencial durante a gravidez. Optar por infusões, sumos naturais, fruta fresca e aumentar o consumo de água (cerca de 2L/dia).
Para as amantes de café, não precisam de retirar por completo apenas limitar o consumo de cafeína (até 200mg/dia).

Dica: um café expresso tem cerca de 100-150mg.

Durante a gravidez é bastante importante termos atenção à higiene dos alimentos, evite comer alimentos crus fora de casa e em casa tenha todos os cuidados na lavagem, preparação e confeção dos alimentos.
Temos de ter atenção a alguns alimentos e limitar o seu consumo tal como os laticínios não pasteurizados, queijos mal curados (tipo brie, feta, camembert), queijo fresco e requeijão, enchidos e fumados, atum, espadarte, tintureira e tamboril, carne, peixe e ovos mal cozinhados, legumes e fruta mal lavados, patés.

De uma maneira geral, comam de tudo um pouco, é importante variar e ter uma alimentação saudável.

(Dra. Tatiana Santos Gonçalves – Nutricionista)

Partilhar

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.