lagoa-sete-cidades
Diário da Mãe

A nossa viagem a S. Miguel – Açores

Para que já nos acompanha através das redes sociais, sabe o quão fascinado por aviões o Henrique é! E, que melhor do que lhe proporcionarmos uma viagem para uma das nossas ilhas paradisíacas? Acho que não podíamos ter escolhido melhor destino para a 1ª experiência do nosso pulguinha! Eu já conhecia (esta foi a minha 3ª vez em S. Miguel) e o meu marido também. Mas nunca nos cansamos de lá ir!

Esta viagem já era para ter sido realizada em 2020 no entanto, com o início da pandemia, os voos foram cancelados e acabámos por só conseguir ir agora! Fomos em família (nós os 3 mais os meus sogros) e correu tudo super bem! Entre aventuras, gargalhadas, boa disposição e claro, algumas birras (que fazem parte) esta viagem vai ficar-nos na memória para sempre!

E como gosto de partilhar estas aventuras convosco, deixo-vos um pequeno resumo destas nossas férias!

1º dia

Para começarmos em grande, perdemos o nosso voo! E agora vocês perguntam: Como assim perderam o avião? Bem, neste caso foi uma sequência de fatores que levaram ao nosso atraso!

Desde o nosso transporte que não nos veio buscar a casa à hora marcada (06h30) e termos de ir a correr para a praça de táxis para arranjarmos forma de ir até ao aeroporto, passando pelo check-in para despachar malas que estava cheio e nos fez demorar imenso tempo, estando o fast-track também “à pinha” e eu depois de tudo achar que ainda tinha tempo para ir beber um café (ok, my fault), quando chegámos à porta de embarque …ups… já estava fechada!

Isto tudo com uma criança ao colo e com uns sogros que estavam a passar pela sua primeira experiência de aeroportos e afins…imaginem o stress profundo com que eu já estava!

Bem, aquele voo já estava perdido mas não íamos ficar de braços cruzados por isso, tínhamos de resolver rapidamente a situação. Lá fomos nós ao balcão da TAP para emitir novos bilhetes para aquele dia (sendo que já até já tínhamos visto a Ryanair mas não tinha bilhetes para o próprio dia) quando nos pedem 1500€! Sim éramos 5 pessoas mas 1500€ para irmos no próprio dia pareceu-nos demasiado caro!

Lá fomos nós à SATA (depois da minha tia que vive em S. Miguel me ter enviado essa luz porque nunca me tinha lembrado de lá ir tal não eram os nervos) e conseguimos voo para o 12h40 por menos de metade do valor! Wuhuhu!!!

Mais umas horas de espera no aeroporto entre ir buscar novamente malas aos perdidos e achados e passar por tudooo de novo (check-in, segurança…) mas desta vez lá fomos nós!

Viagem pela SATA sem grandes atrasos, correu tudo lindamente e voo super tranquilo! O Henrique estava tão cansado de todo o “aparato” que assim que entrámos no avião, sentou-se e adormeceu! Já só acordou a 10 min de aterrarmos, super bem disposto e muito feliz de estar num avião! Não foi preciso gadgets, comidas ou outros brinquedos (levámos algumas coisas mas só precisou mesmo dos nossos braços para se encostar e dormir)!

No fim do voo ainda conseguimos ir ao cockpit e o co-piloto ofereceu-lhe um miminho por ser o seu 1º voo! Finalmente estávamos em S. Miguel!

Levantámos o carro na rent-a-car Magic Islands (que foi TOP – relação qualidade-preço muito boa com uma cadeirinha para o Henrique muito simpática e super limpinha!) e, depois de um belo almoço às 15h em casa da tia, seguimos para a que seria a nossa casa nessa semana.

Optámos por uma casa pelo Airbnb, a Azor Beach Lodge, que fica em S. Roque, a uns 5 min de Ponta Delgada e digo-vos que… adorámos! Casa muito acolhedora, bem decorada, com vista para o mar, limpa e organizada…no fundo com tudo o que era essencial para a nossa estadia! Fomos super bem recebidos e inclusivé a anfitriã (a Aldina que foi uma querida) fez-nos uma tarte de maçã que estava divinal, um chá e deixou ainda um pacote de bolachinhas para o Henrique! Melhor receção não poderia ter sido!

Depois de instalados, fomos fazer umas compras para casa (coisas básicas para o pequeno-almoço o que é também uma forma de poupar uns trocos)!

Final do dia jantámos e tudo para a cama descansar de um dia mega cansativo!

2º dia

Iniciámos o nosso passeio pela parte mais ocidental da ilha. Deixem-me dizer-vos que, tal como é expectável, quando viajamos com uma criança há coisas que têm de ser feitas a ritmos diferentes e respeitando sempre o bem-estar deles. Por isso, houve coisas que tínhamos programado visitar que não conseguimos e está tudo bem! No fundo de forma resumida, nesta dia visitámos:

  • Plantação de Ananás dos Açores (fomos a 2 plantações);
  • Vários miradouros;
  • Lagoa do Canário;
  • Lagoa das Sete Cidades;
  • Almoçámos nas Sete Cidades no Restaurante Lagoa Azul (que não aconselho propriamente mas ali não havia muitas opções, pois além de ser buffet a comida é demasiado condimentada e com poucas opções para crianças). Naquela zona recomendo a Quinta da Queiró mas já não conseguimos ir naquele dia!;
  • Ponta da Ferraria;
  • Farol da Ferraria;
  • Pinhal da Paz (parque excelente para uma caminhada, contacto com a natureza e parque infantil).

3º dia

Neste dia aproveitámos para visitar mais alguns miradouros (sim, o que não falta em S. Miguel são miradouros lindos com paisagens de cortar a respiração!) e seguimos em direção à localidade das Furnas! Vimos o famoso cozido a ser retirado da terra (marcámos com o Restaurante Tony’s antecipadamente e eles avisam a hora a que vão tirar) e apreciámos todo aquele cheiro bom a enxofre que nos entra pelo nariz dentro e que teima em ficar!

Fomos de seguida à Poça da Dona Beija que vale muito apena! Aquelas piscinas naturais com água a 39ºC sabem pela vida e renovam-nos as energias! Adultos pagam 8,00€ e crianças até aos 6 anos também pagam, 6,00€! Escusado será dizer que o Henrique adorou aquela água e difícil foi tirá-lo de lá!

Depois de revigorados, seguimos até às Caldeiras, almoçámos o famoso cozido – que não apreciamos propriamente mas ir a S. Miguel e não comer o cozido é como ir a Roma e não ver o Papa – e demos uma volta de carro até à Ribeira Quente para o pulguinha aproveitar e dormir a sua sesta no carro!
Entretanto regressámos para visitarmos o Parque Terra Nostra mas, chovia bastante, estava desagradável e o parque quase a fechar (fecha às 16h30 por isso se quiserem aproveitar bem, vão de manhã!)

Fim do dia encomendámos jantar no restaurante Mariserra – comida muito boa, peixe fresquinho e de qualidade!

4º dia

Visitámos adivinhem o quê? Mais miradouros! Eu não os vou identificar todos porque há imensos! Basta irem na estrada que há sempre vários pontos de paragem obrigatória!

Fomos diretos à Ribeira dos Caldeirões (paragem obrigatória!) para apreciarmos a cascata lindíssima que nos enche o olho! Seguimos para as Plantações de Chá da Gorreana e almoçámos na Associação Agrícola de S. Miguel onde se comem uns bifes de chorar por mais! Nunca se esqueçam de reservar porque está sempre lotado!

Na parte da tarde visitámos a Lagoa do Fogo, descemos até Vila Franca do Campo (claro que tivemos de comprar as famosas e deliciosas queijadas), subimos até à Ermida e seguimos até à praia das Milícias para o Henrique brincar um bocadinho na areia!

5º Dia

Fomos até Ponta Delgada conhecer a cidade, comprar souvenirs e não pudemos deixar de ver:

  • O mercado (que está em obras pelo que se encontra montado no parque de estacionamento);
  • O Rei dos Queijos;
  • A Igreja do Senhor Santo Cristo;
  • As Portas da Cidade;
  • As Portas do Mar;

Seguimos para a Lagoa onde almoçámos no Restaurante Borda D’Água (um dos melhores sítios para comer peixe do mais fresco que há – diretamente da lota para o restaurante) e mais uma vez, não esquecer de reservar pois está sempre cheio!

Fomos para casa, aproveitar a tarde para arrumar as malas e deixar tudo limpo, tratar da limpeza do carro e para o jantar acabámos por encomendar uns frangos assados e comemos em casa para nos deitarmos cedo!

6º Dia

Dia do regresso! Desta vez não perdemos o voo e tudo correu lindamente! Viemos pela TAP, o voo atrasou um bom bocadinho mas o que interessa é que chegámos bem e felizes! Ah e mais uma vez o Henrique veio o tempo quase todo a dormir o que facilita bastante – pelo menos a mim que não gosto nada de andar de avião e assim não me “stressei” ainda mais!

Como veem, não visitámos tudo o que pelo menos tínhamos planeado mas é mesmo assim! Sem pressas, sem correrias, ao nosso ritmo e respeitando sempre o bem estar essencialmente do pequenote!

Para nós foi uma experiência espetacular viajar com o Henrique! Claro que houve uma ou outra birra, que fazem parte, mas temos a sorte de ser uma criança que se adapta super bem a tudo! Aguenta super bem os passeios e adora explorar tudo à sua volta!

Posto isto já estamos a planear a próxima viagem! Sim porque como perdemos o primeiro voo, temos direito a remarcar aquela viagem para outro destino! Para onde será que iremos? Palpites?

Deixo-vos ainda com algumas fotos desta nossa aventura!

Ermida - Vila Franca do Campo

Image 1 of 42

Espero que tenham gostado e…boas viagens!

Partilhar

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.